terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Para onde vais BCP?

No passado dia 23 deparei-me com um gráfico algo assustador: o CDS (Credit Default Swap) das obrigações subordinadas do BCP. Na altura decidi não escrever nada sobre isso pois este era um tema pouco Natalício, principalmente para quem tem acções desta instituição. Mas agora que o Natal já passou, eis o dito cujo:


Este gráfico significa que, por cada 10 milhões de Euros, os credores têm de pagar por ano mais de 1.6 milhões de Euros para se protegerem contra uma eventual falência desta instituição, ou seja, 17% do montante emprestado! Não admira que o mercado de dívida esteja fechado para o BCP...

A Análise Técnica também não deixa dúvidas. O maior banco privado Português prepara-se para quebrar os mínimos de Março 2009 pois activou um Head & Shoulders cujo objectivo mínimo se situa nos 0.49€:



Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Inflação para 2011 e 2012

Ontem à noite estava a rever uns gráficos sobre a evolução da inflação anual nos EUA nos últimos 40 anos e registei uma pequena curiosidade: a inflação tende a descer no início/fim, aproximadamente, do ciclo presidencial. Eis o gráfico (cortesia do Economagic.com):


De notar que mesmo em 1970, altura da hiper-inflação, esta desceu para a zona dos 2% (o traço está nessa zona pois essa zona é considerada a boa inflação).

Segundo estes dados e tendo em conta que o actual ciclo presidencial termina em 2012, é de esperar que a taxa de inflação nos EUA - actualmente já em níveis muito baixos - continue a descer até lá...

Alias, a medida preferida do meu amigo Ben - a PCE Core - acabou se de sair às 13h00 e situou-se nos 0.1% anuais, muito próxima da deflação (cortesia do Briefing.com):


Votos de um Bom Natal,

Dax Speculator

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Mentalidade de passarinho

Esta foi para mim a anedota do dia: "Preço do ouro obriga a trabalhar sem lucro"!

Meus caros, se não conseguem ganhar dinheiro com o ouro a subir o que será quando ele começar a descer (*)? Mais vale fecharem as portas enquanto é tempo e irem cantar uns fados...

Já a anedota de ontem foi o facto de o BCE (não é gralha) diluir os seus "accionistas" em 50%. Era um aumento de capital mais do que esperado pois o BCE tem assumido recentemente o papel de credor de última instância e isso tem obviamente custos para o seu balancete. É isso que acontece quando se pratica uma política monetária reactiva e não pro-activa. Resta saber como irão os bancos centrais ("accionistas" do BCE) conseguir o dinheiro? Vender ouro ou pedir aos seus accionistas, os bancos comerciais? Estão a ver onde quero chegar...!?

Mas a FED não é melhor pois ainda não percebeu que, apesar de o seu QE1 ter sido fundamental para evitar uma depressão económica, o seu QE2 irá muito provavelmente ser uma repetição dos erros passados: adiar a correcção dos excessos, fomentando o aumento dos preços dos activos com a inevitável - nem a FED nem ninguém consegue evitar o rebentamento das crises - consequência de aumentar exponencialmente a gravidade destas quando rebentam!

(*) - Quando (e não se) isso acontecer, não será da mesma forma que tem vindo a subir: será violento pois todos os maníacos do ouro tentarão sair pela mesma porta que se revelará certamente demasiado pequena!

Votos de um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Portugal diferente da Irlanda?

Sinceramente não me parece. E os vigilantes das obrigações também não acham, pelo menos a julgar pelos CDS (Credit Default Swap) do BCP e BES:






Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

FED anda à nora

Finalmente alguém de peso - o ministro das finanças Alemão Wolfgang Schäuble (ver foto) - decide dizer aquilo que muitos investidores, especuladores, economistas, entre outros, estão fartos de dizer:

"Com todo o respeito, a política dos EUA anda à nora. (O problema) não é a falta de liquidez."


Relativamente aos mercados, confesso que fiquei surpreendido com o panic buy da passada 5ª feira. Esta semana veremos se temos mesmo breakout em alta dos 1219 (S&P 500) ou se foi finta...

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Aos fracos tudo acontece

Lá estão os "malditos especuladores" outra vez a "atacar" a dívida soberana Irlandesa e Portuguesa. Os Socras e os Brians deste mundo estão tranquilos pois, na opinião deles, esta crise está contida (tal como estava a do subprime secundo Hank Paulson).

É caso para dizer que aos fracos tudo acontece:


Viva o QE2, o QE3 e todos os demais,

Dax Speculator

Como funciona o mercado de acções

Certo dia, numa pequena e distante vila, apareceu um homem a anunciar que compraria burros a 5 euros cada. Como havia muitos burros na região, todos os habitantes da pequena vila começaram a caça ao burro.

O homem acabou por comprar centenas e centenas de burros a 5 euros.

Quando os habitantes diminuíram o esforço na caça, o homem passou a oferecer 10 euros por cada burro.

Toda a gente foi novamente à caça, mas os burros começaram a escassear e a caça foi diminuindo. É então que o homem aumenta a oferta para 25 euros por burro, mas a quantidade de burros ficou tão reduzida que já não compensava o esforço de ir à caça. O homem anunciou então que compraria os burros a 50 euros. Mas que teria que se ausentar por uns dias e deixaria o seu assistente responsável pela compra dos burros.

É então que, na ausência do homem, o assistente faz esta proposta aos habitantes da pequena vila:

- Sabeis dos burros que o meu patrão vos comprou? E se eu vos vendesse esses burros a 35 euros cada? E assim que o meu patrão voltar vós podeis vendê-los a ele pelos 50 euros que ele oferece, e ganhais uma pipa de massa!!! Que acham?

Toda a gente concordou. Reuniram todas as economias e compraram as centenas de burros ao assistente por 35 euros cada um.

Os dias passaram e eles nunca mais viram o homem nem o seu assistente

- somente burros por todo o lado !
 
Entendem agora como funciona o mercado de acções e porque apareceu a crise?

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A resistência dos 1219

Porque o S&P500 reagiu tão mal aos 1219 no passado mês de Abril? Porque foi a quebra desse suporte, em Setembro de 2008,  que mandou as bolsas ao tapete:


Por isso é que a resistência nos 1219 é tão forte e o índice mais representativo do mundo reagiu mal, recuando 17% de Abril a Junho.

Sinceramente, parece-me que este rally não irá conseguir quebrar essa resistência para já. Este rally pode até parecer forte mas é tecnicamente frágil: ao contrário do que aconteceu em 2002/2003 (duplo fundo), o "fundo" de Março 2009 ainda não foi testado...

Dax Speculator

Lembram-se dos problemas de liquidez?

Em meados de Junho do ano passado (ver "Mil Milhões ou zero?"), eu fazia algumas perguntas pertinentes ao Dr. Teixeira dos Santos tais como:

"Acha mesmo que irá recuperar a totalidade dos 2.5 mil milhões de Euros de "liquidez" transferidos para o BPN com a venda deste? 

Com um tamanho buraco, pensa que o mercado (os potenciais interessados) irá sobre-avaliar ou sub-avaliar esse banco?"

Pois ainda não li nem ouvi quaisquer declarações relevantes para o processo BPN da parte do Sr. ministro das finanças mas, mais de 4 mil milhões de Euros depois, o Banco de Portugal esse começa a perder a paciência...

Finalmente, não considero o Dr. Teixeira dos Santos responsável pela situação em que se encontra o BPN pois o responsável por essa trapalhada está refugiado na vice-presidência do BCE.... 

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Ó seu grande aldrabão

Então este é um orçamento que "protege o país da crise internacional, protege a nossa economia, protege o emprego"? É preciso ter uma grande lata para fazer tais afirmações e, desta forma descarada, tomar os Portugueses por lorpas! 

Um orçamento que irá, entre outras coisas, agravar a taxa de IVA máxima em 2% e aumentar a taxa efectiva de IRS e IRC é um orçamento que reduz o crescimento do PIB, agrava os custos de produção da indústria nacional, que retira competitividade aos exportadores nacionais e baixa ainda mais o já reduzido poder de compra do consumidor em geral. Ora, da última vez que verifiquei:

  1. Reduzir o crescimento é aumentar as incertezas dos investidores internacionais sobre a capacidade do estado pagar a sua dívida;
  2. Agravar os custos da indústria e retirar competitividade aos exportadores agravará certamente o nível de desemprego;
  3. Baixar ainda mais o poder de compra do consumidor baixará de certeza o consumo interno e, consequentemente, o PIB e a economia.

Por isso, deixa de ser um grande mentiroso e pára de tratar os Portugueses como completos idiotas porque não o são!

Mais, espero muito sinceramente que este orçamento seja chumbado para que te vás embora o mais rápido possível...

Dax Speculator

Hanging Man no Nasdaq Composite

A última vez que vi um Hanging Man foi em Agosto do ano passado (ver "Hanging Man em Shanghai"), altura em que o Shanghai Stock Exchange A Share ($SSEA-IDX) - principal índice da bolsa Chinesa - viria a cair 24% em apenas 1 mês:


Outra curiosidade é que o facto do Shanghai Stock Exchange A Share continuar a negociar abaixo do Hanging Man de Agosto do ano passado...

Pois bem, hoje vi outro Hanging Man. Desta vez, no Nasdaq Composite ($COMPQ). Este Hanging Man, da sessão da passada 6ª feira, é ainda mais perfeito do que o do índice Chinês pois encontra-se mais acima da tendência pelo que recomendo muita cautela a quem está longo:


Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Cunha Descendente no VIX

Desde o mês de Maio que o VIX tem vindo a descer. No entanto, as quedas têm perdido momentum (ver gráfico).

O padrão aqui presente é uma Cunha Descendente. Nos últimos tempos tenho observado que as cunhas (ascendentes ou descendentes) não têm sido um padrão muito lucrativo pois poucas vezes atingem o seu objectivo (o ponto mais alto do padrão para as cunhas descendentes e o ponto mais baixo do padrão para as cunhas ascendentes).

No entanto também tenho observado que o potencial da cunha dependente muito da inclinação desta e que quanto menor essa inclinação, maior o seu potencial. Esta é uma observação empírica (não sustentada em estatísticas) mas que me parece ter bastante relevo. Afinal, faz todo o sentido que a cunha, sendo um padrão de inversão, funcione muito melhor num mercado pouco tendencial do que num mercado muito tendencial pois quanto menor for a força da tendência mais fácil será de a inverter. Eis o gráfico (cortesia do Marketwatch):


Finalmente, o dip das últimas 2 sessões é perfeitamente espectável neste padrão. O objectivo dessa cunha é o topo do padrão, ou seja, 48.

Cumprimentos,

Dax Speculator

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Google na resistência

Na minha última análise à Google (GOOG), publicada em Agosto do ano passado (ver "Cunha Ascendente na Google?"), destaquei uma cunha ascendente que viria a falhar. Quatro meses depois, esta fez um máximo nos 629.51 USD e começou a corrigir.

Desde essa altura, a GOOG tem estado limitada por uma Linha de Tendência Descendente (LTD) que está actualmente na zona dos 544 USD. A LTD inferior é uma possibilidade para o limite inferior de um presumível canal descendente. Eis o gráfico (cortesia da Stockcharts):



De notar também a diminuição do volume (visível no gráfico) nesta última subida desde o mínimo Julho, o que não abona nada a favor dos bulls.

Concluindo, se esta líder da internet quebrar em alta e em fecho a sua LTD, poderei acreditar mais na continuação deste sucker rally mas até lá continuarei bearish na GOOG e nos mercados em geral. Alias, o próprio Brin Sergey parece não acreditar muito nisso...

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Meredith Whitney: provável crise nos estados

Quero partilhar 2 entrevistas cedidas por Meredith Whitney - uma à Bloomberg e outra às CNBC - onde fala abertamente da catastrófica situação financeira de alguns dos maiores estados dos EUA (Califórnia, Illinois, Michigan, Ohio, e Nevada). Eis o vídeo da entrevista à Bloomberg:



Eis o vídeo da CNBC:



Cumprimentos,

Dax Speculator

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

QE 2

Na passada 2ª feira, a FED de Nova York alertou que o QE 2 deverá começar em breve pois o seu vice presidente, Brian Sack, disse entre outras coisas o seguinte:

"Nevertheless, balance sheet policy can still lower longer-term borrowing costs for many households and businesses, and it adds to household wealth by keeping asset prices higher than they otherwise would be.", ou em Português, "No entanto, a nossa política de compra de activos pode ainda reduzir os custos dos empréstimos de longo prazo para muitas famílias e empresas e isso aumenta a riqueza das famílias, mantendo os preços dos activos mais altos do que, caso contrário, estariam."

Infelizmente, receio que apesar do raciocínio ter alguma lógica este esteja condenado ao fracasso pois, como diz o ditado, "gato escaldado de água fria tem medo". É que, caro Brian, o povo ficou escaldado depois de ir na onda do amigo Alan Greenspan e das suas milagrosas taxas de juro... E até prova em contrário, o QE 1 não tem tido grandes efeitos no consumidor:



Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Galp abre caça aos patos

O motivo da forte valorização de hoje na Galp é, segundo o Diário Económico online,  "a aliança entre a Repsol e a chinesa Sinopec vai centrar-se inicialmente no Brasil e poderá, por isso, dar maior visibilidade ao valor dos activos da Galp no país".

Mas eu tenho uma explicação melhor: o estado precisa desesperadamente de "massa" e, por isso, irá brevemente privatizar o resto da sua participação nesta empresa pelo que convém que o preço seja o mais próximo possível do preço de conversão de 15,25€  - que não faço ideia de onde surgiu mas também não me interessa - e, por isso, toca a puxar o preço desta miúda para cima. Tarefa essa que não é muito difícil de concretizar numa acção que negocia uma média inferior a 26 milhões de Euros por dia, volume esse que é muitas vezes conseguido nos primeiros 10 minutos por algumas cotadas do Ibex 35.

Enfim, vamos ver como será a reacção à resistência perto dos 13.75€. Eis o gráfico:



Votos de um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Diamante no petróleo

O WTIC (Light Crude Oil) tem vindo a formar um gigantesco diamante no gráfico semanal. Também poderia ter considerado um Head & Shoulders complexo mas, depois de analizar o gráfico de fechos (em vez de barras), inclino-me mais para o Diamante.

Como já tive oportunidade de referir, este é o padrão da volatilidade pelo que qualquer que seja o sentido do breakout, é certo que teremos um aumento desta volatilidade. Se a quebra for em baixa então teremos um violento aumento da volatilidade, se for para cima então teremos um aumento mais moderado. Eis o gráfico semanal (cortesia da Stockcharts):


Sou da opinião que a quebra será em baixa, não só porque é o que acontece em 69% dos casos com este padrão mas sobretudo porque é nesse sentido que aponta toda a minha análise.

Dax Speculator

Estou mesmo entaladito

Desculpem-lá mas já não consigo fazer outra coisa senão rir-me dos Sócras, Kens e Brians deste mundo. Hoje quem me fez rir às gargalhadas foi o amigo Brian Cowen, 1º ministro da Irlanda, que está no WSJ com aspecto de quem está mesmo muito entalado (e não é que está mesmo?):



Bom dia,

Dax Speculator

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Continua a Negação

Hoje veio a Fitch dizer que Portugal e a Irlanda são casos isolados e que não haverá contagio. No subprime também era para não haver contágio, lembram-se?

É claro que, se a Irlanda e Portugal continuarem por esse caminho, terá que se meter o FMI ao barulho e é também óbvio que haverá contágio! Então se forem 2 países quase em simultâneo a pedirem ajuda ao FMI, podem ter a certeza que o contágio será bem evidente!!

No entanto o mercado continua a castigar mais os Irlandeses do que os Portugueses. Penso que a fragilidade Portuguesa prende-se com a recente crispação política que deixa os investidores nervosos sobre a capacidade de redução do défice por parte do governo. Alias, a despesa tem continuado, incompreensivelmente, a subir ano após ano. É caso para dizer que a mama deve ser muito boa e que os leitões não largam a chucha...

Eis a taxas de juro a 10 anos que o governo Irlandês terá de pagar para continuar a fazer de conta que não está falida:

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Warren Buffett: ainda estamos em recessão

10 dias depois de dizer que a economia Americana não iria entrar em double-dip, Warren Buffett diz agora que a economia dos EUA ainda não saiu da recessão.

Confesso que fiquei um pouco confuso há uns dias atrás quando li Warren a dizer com tantas certezas que não iríamos entrar novamente em recessão (o tal double-dip). Agora fiquei esclarecido: se ainda não saímos da recessão, não podemos voltar a entrar... Penso que a intenção de Buffett terá sido mesmo esclarecer a sua posição/opinião sobre o actual estado da economia Americana pois não sei se terá sido o caso mas muitas vezes os media só transmitem algumas partes daquilo que ele disse, aquelas que lhes dá mais jeito transmitir para o público...

Mas Buffett disse mais sobre a FED e os seus estímulos (para bom entendedor meia palavra basta...):

"Nós usamos muitas balas"

"E falamos de estímulo. Mas a verdade é que estamos com um déficit federal de 9 por cento do PIB. Isso é estimulante pois tudo sai..."

Dax Speculator

Critérios de "selecção"

Não tenho por hábito abordar assuntos que não estejam de algum modo relacionados com os mercados financeiros e/ou a economia mas hoje irei abrir uma excepção à regra porque esta crise não é apenas económica e financeira mas sim uma crise de valores.

Exemplo disso é a educação que tem perdido qualidade em detrimento da quantidade com o processo de Bolonha, as Novas Oportunidades, o Magalhães, etc... Senão vejamos: o que é o Processo de Bolonha senão um downgrade nas licenciaturas de 5 para 3 anos? Muito simplesmente, assumem os autores desta borrada que estudar 5 ou 3 anos é a mesma coisa pelo que mais vale ficar pelos 3. Também assumem, por exemplo, de uma forma estupidamente ingénua (ou talvez não, servindo outros interesses) que, apesar de não perceber patavina de Húngaro (que deve ser uma das mais complexas línguas do mundo) um Português será capaz de acabar o seu curso superior na Hungria...

Mas o que me traz aqui hoje é um caso concreto de "critério" de selecção que visa tudo menos a igualdade de direitos e oportunidades pois favorecem de uma forma escandalosa quem lá esteve no(s) último(s) ano(s), um pouco ao jeito do que acontecia nos tempos feudais, pois apenas poderá responder positivamente à 1ª pergunta quem já esteve a leccionar no agrupamento de escolas de São Pedro da Cova:

Claro que a IGE (Inspecção Geral da Educação) achou que só no meu entendimento é que o "critério" de selecção era desigual porque tudo era gerido por um regulamento e blá blá blá...

Votos de uma boa semana,

Dax Speculator

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Portugal em modo bull!

Eis um dos gráficos mais bulls que tenho visto ultimamente e, claro está, estou longo há já algum tempo neste título ;)


Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

Que Ratoeira!

Na passada 2ª feira o S&P 500 armou uma grande ratoeira (trap em Inglês) àqueles que compraram a quebra em alta da resistência - nos 1131.23.

Basicamente na sessão de ontem o mercado negou essa quebra em alta da referida resistência e, ao mesmo tempo, do triângulo ascendente visível no gráfico em baixo. Este tipo de acção é conhecida por Trap (ratoeira) pois o público é levado a comprar na pior altura, ou seja, nos máximos. Este público será talvez o mesmo que acredita neste tipo de "informação" ou deste tipo de piadas... Eis o gráfico (cortesia da Stockcharts):


Eu já tenho um target de médio prazo para o S&P 500: os 50% de retracement de Fibonacci de todo este sucker rally, ou seja, os 943. Mas, como já tive oportunidade de referir, não ficará por aqui. Alias, tenho há muito um objectivo para o mínimo dos mínimos mas não o irei revelar para já pois é prematuro falar nisso agora...

Bom fim-de-semana,

Dax Speculator

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Portugal Sucumbe (III)

Depois do 1º episódio (ver "PORTUGAL SUCUMBE") no início do mês de Janeiro e do 2º episódio em finais de Abril (ver "PORTUGAL SUCUMBE (II)"), eis chegado o momento do 3º episódio.

Ele é o Cavaco a reunir com o homem forte do Banco de Portugal (Carlos Costa), é o PS a deitar as suas bandeiras ao chão, o governo Alemão a mandar recados, a Parpública a querer endividar-se em 1500 milhões de Euros... Enfim, há muita tensão no ar pois a taxa de juro das obrigações Portuguesas a 10 anos voltou a quebrar o patamar dos 6%, nível tido como tecto de solvência pela maior parte dos especialistas (cortesia da Bloomberg):


Como já tive oportunidade de referir, a Irlanda está numa situação mais crítica pois tem uma gigantesca dívida externa. Pode ser que Portugal ainda tenha tempo de fazer algo de palpável se a Irlanda falir à frente. Uma coisa é certa: o mercado já não cai em manobras de diversão e o estado social cai que nem um baralho de cartas (ver mais cartoons do Rodrigo no Expresso):


Votos de um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Double Dip (II)

Eis mais um excelente cartoon sobre a possibilidade de recessão em "double dip" no Slate:


Relembro que amanhã, por volta das 10h00, temos a divulgação do indicador macro-económico avançado ZEW. Depois dos 14 do mês passado (sentimento económico), espera-se agora um valor próximo dos 10. Na 5ª feira também sai outro indicador avançado: o Business Outlook Survey da FED de Philadelphia, nomeadamente o indicador Current Average Workweek que aponta claramente para um double dip (gráfico cortesia do Economagic):


Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Nasdaq Vs Cisco em máximos

A Cisco Systems, Inc (CSCO) está a dar um sério aviso à navegação aos investidores/especuladores.

O rácio pela cotação do Nasdaq Composite (COMPQ) divido pelo preço da Cisco tem vindo a subir desde o início do ano e a acelerar essa subida nas últimas semanas, tendo já batido o máximo de Julho 2008. Este rácio é um indicador avançado e tende a ser inversamente proporcional ao evoluir das bolsas... Eis o gráfico (ignorem o "indicador" de cima):


PS: este é um indicador de médio prazo pelo que, quem negoceia no curto prazo, não deve tomar decisões especulativas apenas com base nesta relação...

Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Irlanda no fim da linha?

A situação do governo Irlandês está a ficar complicada pois, pelos dados da CMA (Credit Market Analysis), os CDS's (Credit Default Swap) estão a aproximar-se rapidamente dos 400, o que eleva a probabilidade de falência para perto dos 30% e o custo de "refinanciamento" a 10 anos para 6%:
O problema é que os estados mais problemáticos da UE (Grécia, Irlanda, Portugal e Espanha) não se estão simplesmente a refinanciar: estão sim a fazer "rolar" a dívida pois não conseguem pagar a que está prestes a vencer.

A verdade é que a Irlanda está simplesmente falida pois o seu endividamento externo era, no final do ano passado, de 2.32 triliões de dólares para um PIB de 177 biliões de dólares, ou seja, 1312% do PIB.

Cumprimentos,

Dax Speculator

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Os mercados não estão normalizados?

Hoje, depois de acrescentar mais 1040 milhões de Euros de dívida (aproximadamente 661 milhões a 3 anos e 378 milhões a 11 anos) no balanço do estado, diz o ministro Teixeira dos Santos:

"Destacamos o facto de a operação ter registado uma procura elevada (2x a oferta), com elevada participação de uma base alargada de investidores e um custo compatível com as actuais condições de funcionamento de mercado, ainda não totalmente normalizadas"

Agora sim estou certo de que o nosso ministro da finanças espera que sejam os mercados a normalizarem pois o estado esse não precisa de fazer nada para reduzir a sua "pequena" dívida de 190 mil milhões de Euros (empresas estatais incluídas)...

Cumprimentos,

Dax Speculator

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Provável topo no BBVA

O BBVA está a formar um possível Head & Shoulders (H&S), padrão muito fiável e indicativo de inversão de tendência (neste caso de curto prazo). Falta a confirmação/activação com a quebra em baixa dos 9.2€. Eis o gráfico, cortesia do MarketWatch:


O volume é muito importante para identificar padrões. Neste caso do H&S, deve ser mais elevado no ombro esquerdo e na cabeça do que no ombro direito e deve ser tendencialmente descendente. Este H&S obedece a estas características. Com a quebra em baixa dos 9.2, o objectivo mínimo são os 8.28€ e o objectivo espectável são os 7.6€.

Cumprimentos,

Dax Speculator

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

2 pérolas na Bloomberg

Hoje de manhã, em apenas meia hora, a Bloomberg conseguiu publicar 2 pérolas daquelas de partir o coco a rir: "This Time It's Different, as Emerging Stocks Top World" e "Economy Avoids Recession Relapse as Data Can't Get Much Worse".

Relativamente à 1ª pérola, nem se percebe muito bem o que aquele título quer dizer mas a "notícia" diz o seguinte:

"as acções dos mercados emergentes estão a negociar com as maiores valorizações dos últimos dois anos relativamente às acções dos países desenvolvidos pois o seu rápido crescimento económico está a convencer os investidores mais importantes a ignorar os recentes sinais de venda."

Acontece que há 2 anos atrás, em Setembro de 2008, altura em que as valorizações dos mercados emergentes relativamente aos mercados desenvolvidos eram similares, o mercado cedeu na mais nada menos do que 50%! Este é por isso um excelente indicador para estarmos optimistas!! E se não for, não esquecer que "desta vez é diferente"...!!!

Mas a  2ª pérola não fica atrás da 1ª: "a economia dos E.U.A. está tão mal que a probabilidade de evitar uma nova recessão (double dip) pode realmente ser muito boa."

Leram bem isto? A coisa está tão má que não pode ficar pior, dizem estes últimos "especialistas"... Se calhar, era isto que pensava o Sócrates quando andava no ano passado com aquele discurso todo optimista típico dele. Na altura a taxa de desemprego andava nos 9%, agora está nos 11%...

Com tudo isto, uma coisa é certa: o bookmark (marcador) da Bloomberg passou logo da zona dos Mercados para a zona do Humor, a seguir ao Comics:



Dax Speculator

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Vendo Ouro

Nos últimos tempos têm aumentado exponencialmente o número de lojas de penhoras/valores cuja actividade é comprar ouro usado. O facto do ouro ter quadruplicado de valor nos últimos 8 anos é certamente a razão principal de tal proliferação.

No entanto este é, na minha opinião, um trade com demasiada gente do mesmo lado da barricada e que vai acabar certamente em lágrimas para muita gente. A única dúvida é quando mas a análise técnica diz-me que poderá ser para breve: o Ouro apresenta divergências bearish nos gráficos mensal e semanal, o que reforça a minha convicção bearish. Eis o gráfico semanal (cortesia do Stockcharts):


No longo prazo, os fundamentais do Ouro são bons mas no médio prazo não são famosos pois se a deflação continuar a persistir nos próximos trimestres, o Ouro será certamente um péssimo activo a ter em carteira...

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Discordo Sr. Gross

Nos últimos meses tenho lido e apreciado todos os "Investment Outlooks" de Bill Gross, fundador e director executivo da Pimco, mas tenho que comentar o seu recente discurso perante o congresso Americano, em Washington. Discordo particularmente da seguinte afirmação:

"Having grown accustomed to a housing market aided and abetted by Uncle Sam, the habit cannot be broken by going cold turkey into the camp of private lending.", ou em Português, "Tendo crescido acostumado a um mercado imobiliário ajudado e incentivado pelo Tio Sam (o governo dos EUA), o hábito não pode ser quebrado - qual peru frio - indo agora para o campo de empréstimos privados."

Apesar de errado porque, entre outros aspectos, distorce completamente o mercado e arruína a iniciativa privada, devemos continuar só porque estamos acostumados à mama???

"Private mortgage lenders will demand extraordinary down payments, impeccable credit histories and significantly higher yields than what markets grew used to over the past several decades.", ou em Português, "Instituições de crédito hipotecário privadas pedirão adiantamentos extraordinários, históricos de crédito impecável e rendimentos significativamente acima do que os mercados se acostumou ao longo dos últimas décadas."

Então e isso não é lógico? Não devem aqueles que têm um histórico de crédito impecável pagar menos do que aqueles que entraram constantemente em incumprimento, à semelhança do que acontece no sector dos seguros automóveis?? Não deve o credor exigir um rendimento muito acima do que o mercado se acostumou nas últimas décadas para evitar que o gráfico da minha anterior mensagem volte a aparecer tão cedo??? Ou o Sr. Gross acredita que contrair empréstimos 6 vezes (ou mais) acima do rendimento anual de um agregado familiar é normal e saudável???

Cumprimentos,

Dax Speculator

1300 Mil Milhões de Dólares em créditos vencidos

Eis o resultado do crédito fácil nos EUA (fonte NY FED): sensivelmente 12% dos créditos, ou seja 1300 mil milhões de dólares, têm prestações vencidas há mais de 30 dias. Destes 12%, a maior parte estão em atraso há mais de 120 dias (3 meses):


PS: o relatório completo está aqui.

Cumprimentos,

Dax Speculator

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Encomendas de Bens Duradouros

Hoje, às 13h30 GMT, serão conhecidas as encomendas de bens duradouros nos EUA, relativamente ao mês de Julho. O mercado espera um aumento de 3%.

Eu não espero nenhum valor em específico mas estando o indicador a fazer um topo de médio prazo, a probabilidade de ficar aquém das expectativas é elevada. É disto que o ursos gostam. Fiquem atentos ao evoluir do Novo Normal de Bill Gross (tu também Ken Fisher, pode ser que aprendas qualquer coisa...).

Entretanto, o Nikkei já quebrou o penúltimo suporte dos bulls (o último é o mínimo de Outubro 2008/Março 2009, nos 7000):


Actualização: 0.3% foi o "crescimento" das encomendas de bens duradouros... 

Cumprimentos,

Dax Speculator

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Meredith Whitney sobre os bancos

Eis mais um vídeo de Meredith Whitney sobre a situação dos bancos Americanos, o que se aplica também aos Europeus pois, como ficou provado em 2008, os sistemas financeiros não são isolados.

"Este é o 9º trimestre de contracção do crédito nos EUA, o que nunca aconteceu antes... os empréstimos imobiliários e financeiros, que representam 50% do mercado de dívida estão a contrair dramaticamente... não admira que a economia tenha problema em crescer por si só" e mais no video:



Votos de um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

terça-feira, 17 de agosto de 2010

ZEW cai novamente

O ZEW - o índice de confiança/sentimento mais importante a nível Europeu - caiu para os 14, um novo mínimo este ano. Aumenta assim a probabilidade de termos um arrefecimento económico na Alemanha (e na Europa pois esta depende muito da Alemanha) nos próximos tempos.

Como se pode verificar no gráfico abaixo, o sentimento antecipa a situação económica em aproximadamente 9-12 meses. Ora, o sentimento fez um topo em Setembro de 2009 pelo que será de esperar um abrandamento da economia Alemã a partir do 3º trimestre deste ano.


Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Futuros do S&P 500 activam Cunha Ascendente

Os futuros de Setembro do S&P 500 estão neste momento a cair uns 2%, activando assim uma cunha ascendente no gráfico de 3 horas, cujo objectivo mínimo são os 1050. Eis o gráfico (cortesia da Futuresource):


Desta vez, o responsável parece ter sido a FED que acabou ontem por admitir que o crescimento económico dos EUA nos próximos trimestres será bem mais modesto do que antecipavam anteriormente e que, por isso, Ben e seus compinchas continuarão, entre outras coisas, a comprar obrigações do tesouro de longo prazo...

Cumprimentos,

Dax Speculator

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Cunha Ascendente no Santander

Hoje vou falar um pouco do Santander.

O Banco Santander, SA (Santander) é um grupo financeiro que opera principalmente em Espanha, no Reino Unido, em Portugal, no Brasil, nos Estados Unidos e noutros países da América Latina, oferecendo uma extensa gama de produtos financeiros. O banco opera em 4 segmentos: Europa Continental, Reino Unido, América Latina e "Sovereign".

O segmento da Europa Continental abrange todo o negócio da banca a retalho (incluindo o Banco Banif, SA (Banif), o seu banco privado especializado), os serviços financeiros, a gestão de activos e de seguros angariados na Europa, com a excepção do Reino Unido.

O Reino Unido inclui a banca a retalho e os serviços financeiros, a gestão de activos e de seguros realizadas pelas diversas unidades e filiais da empresa no Reino Unido.

A América Latina gere as unidades especializadas em "Private Banking" e é como uma unidade independente gerida a nível mundial. Os negócios do Santander em Nova York também são geridos por esta área.

Em termos fundamentais, o destaque vai para a baixa dívida de longo prazo e o seu dividendo de quase 6%.

Em termos técnicos estamos provavelmente perante uma cunha ascendente que tem como objectivo a zona entre os 8.25 e os 8.5€. O volume é descendente, o que reforça a validade do padrão. Eis o gráfico (cortesia do MarketWatch):


Votos de uma boa semana,

Dax Speculator

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Gastar mais?

Depois de Paul Krugman, Joseph Stiglitz também acha que se o governo dos EUA avançar com um 2º estímulo mais bem desenhado, a economia irá sair da actual recuperação anémica. De salientar que estes senhores ganharam ambos o Prémio Nobel da economia...

Cada um acredita no que quiser mas, para quem estiver tentado em acreditar que um 2º e melhor estímulo irá ser muito melhor do que o 1º, eis algumas perguntas que poderão suscitar algumas dúvidas quanto ao sucesso de um eventual 2º estímulo:
  1. Será o governo dos EUA capaz de desenhar um estímulo mais eficiente? 
  2. Onde irá o governo dos EUA procurar o capital para esse 2º estímulo?
  3. Aumento da dívida, dos impostos, ambos?
  4. A longo prazo, isso é realmente bom para a economia? 
  5. O que nos diz a história sobre esses estímulos?
  6. E o sector privado, irá parar a sua desalavancagem só porque o governo irá gastar mais?
Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Bearish Engulfing em Shanghai

Hoje de madrugada o principal índice Chinês, o Shanghai Stock Exchange A Shares, fechou a cair 1.71% (curioso os media não falarem disso) e acabou por formar, na teoria Japonesa dos Candlesticks, um "Bearish Engulfing". A fiabilidade deste padrão é média pelo que não devemos tirar conclusões precipitadas mas fica um sinal de aviso para os bulls:


Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

sábado, 31 de julho de 2010

Entrevista do WSJ a Stephen Roach

Stephen Roach, chairman do Morgan Stanley Asia, cedeu recentemente uma entrevista ao Wall Street Journal onde fala, entre outras coisas, da probabilidade de dupla recessão (double dip) da economia Americana e global, do que o governo dos EUA e a FED devem ou não fazer e da economia Chinesa. Eis um vídeo a não perder para quem não gosta de todas as Conversas da Treta (homenagem a António Feio):



Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

terça-feira, 27 de julho de 2010

Valores chave para o S&P 500

Enquanto que no gráfico diário do S&P 500, a tendência é de subida, no gráfico semanal esta continua a ser de queda. Eis o gráfico semanal (cortesia da Stockcharts):


Assim sendo, os valores chaves para as próximas semanas no S&P 500 serão os 50% e 61.8% de retracement de Fibonacci das quedas iniciadas em Abril, respectivamente, 1115.36 e 1140. Na minha opinião, o índice mais representativo do mundo terá muitas dificuldades em passar estas 2 resistências...

Cumprimentos,

Dax Speculator

segunda-feira, 26 de julho de 2010

De volta

Depois de um excelente cruzeiro pelo Atlântico onde pude entrar numa das poucas mesquitas acessíveis ao público em geral  - em Casablanca - e desfrutar a praia de Lanzarote, estou de volta à especulação nos mercados.





Enquanto estava de férias pude acompanhar a palhaçada dos "stress tests" Europeus: é que os "crânios" que cozinharam estes supostos testes assumiram que, em caso de recessão, os preços do imobiliário iriam continuar a subir ou, na pior das hipóteses, manter-se-iam inalterados! Parece também que, em caso de nova recessão (double dip), em alguns casos o desemprego subiria apenas 0.1%...

Em Portugal, como seria de esperar o banco mais bem preparado é o BPI. Já tenho dito aqui que, em termos fundamentais, o BPI é o melhor banco Português pelo que este resultado não foi nenhuma surpresa. Surpresa foi o BCP ter ficado à frente da CGD. Claro que engolir um BPN não ajudou a Caixa. Quem quiser consultar os resultados destes "testes" poderá fazê-lo, por exemplo, no WSJ...

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Férias

O tribunal Europeu - este sim funciona e em tempo útil - deu razão aos accionistas da Portugal Telecom e mostrou um cartão vermelho a este governo intrometido e, das duas uma, autoritário ou ignorante.

Intrometido porque se envolve em assuntos que não lhe diz respeito: se quer mandar na PT que compre acções em bolsa. Autoritário ou ignorante porque ou não quer saber dos direitos dos accionistas ou então não sabe que estes têm direitos...

Quanto aos mercados e mais especificamente o S&P 500, é agora óbvio que as 2 resistências que mencionei em "RESISTÊNCIA AGORA NOS 1152" funcionaram. A resistência que funcionou na perfeição foi mesmo a 1ª resistência referida (1131) pois, depois de ter ido a um máximo de 1131.23, o índice mais representativo do mundo reagiu muito mal a esse valor. Essa reacção é muito bearish e confirma que teremos provavelmente mais quedas nos próximos meses...

Dito isto, vou amanhã de férias. Voltarei na última semana de Julho.

Cumprimentos,

Dax Speculator

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Accionistas "Especiais"

Decidi fazer um breve comentário sobre o veto do estado Português à oferta da Telefónica para comprar os 50% que a Portugal Telecom (PT) detém na Vivo.

Uma empresa, na qual os seus 2 únicos accionistas detêm partes iguais mas não se conseguem entender só pode estar a ser mal gerida pelo que alguém tem de comprar a parte do outro. É tão simples quanto isto. Tendo em conta que a Telefónica está numa melhor posição financeira do que a Portugal Telecom, faz todo o sentido que a PT venda a sua parte e não ao contrário. Para além disso e dado o actual momento macro-económico, a oferta era bastante boa do ponto de vista financeiro e permitiria à PT melhorar as suas debilitadas finanças.

Mas não! Chega o espertalhão do estado com a sua "golden share" e diz que o negócio não interessa a Portugal? Mas que tem Portugal a ver com este negócio?? Nada!

Por isso, caros accionistas da Portugal Telecom, vou dizer-vos o que eu faria caso ainda (*) fosse accionista: venderia todas as minhas acções pois não quereria deter uma posição numa empresa onde um accionista minoritário consegue vetar decisões legítimas dos accionistas maioritários.

(*) - Por estas e por outras, há muito que deixei de o ser.


Cumprimentos,

Dax Speculator

terça-feira, 29 de junho de 2010

Licenças de Construção já inverteram

O gráfico que irei mostrar de seguida foi o que me permitiu prever com uma probabilidade muito elevada a crise do mercado imobiliário nos EUA. Foi por causa desta mesma imagem que eu saí financeiramente mais forte do crash de 2008 pois enquanto uns diziam que era cedo para vender e outros que o subprime estava contido, eu ia despachando as minhas Sonae's, BPI's e afins...

O gráfico de que falo é o das licenças de construção dos EUA. Este é um indicador avançado pois, apesar de nem todas as licenças de construção originarem uma construção (principalmente nesta altura), ele dá-nos uma ideia de como andará todo o sector do imobiliário nos próximos meses. Eis o gráfico actualizado com os dados relativos ao mês de Maio:


Este precioso indicador, para além de demonstrar claramente que o sector imobiliário Americano nunca saiu da crise, tem voltado a deteriorar-se desde o início do ano. A importância do mercado imobiliário ficou clara em 2008, altura em que alguns iluminados diziam que este sector já não era assim tão importante, etc...

Concluindo, a minha dúvida é: o que irá a FED fazer? Baixar as taxas de juro já não é opção, pelo que não vejo outra hipótese que não a continuação da sua política anti-deflacionista que irá apenas prolongar a dor do paciente pois, como já disse anteriormente, não se cura o alcoolismo com mais álcool...

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Agora criticamos o bom aluno?

Em resposta às afirmações de George Soros - que diz que a Alemanha pode destruir o projecto Europeu com as políticas de austeridade - vejo-me na obrigação de, mais uma vez, discordar totalmente com estas afirmações.

Na minha modesta opinião, a Alemanha tem toda a legitimidade para impor austeridade aos maus alunos deste mesmo projecto Europeu, aos que pensavam ingenuamente que podiam resolver os seus problemas de elevadas dívidas com ainda mais dívida, aos que pensavam que podiam consumir mais do que ganhavam e, para terminar, aos que ganham pouco mas que produzem ainda menos e que, por isso, são uma mão-de-obra bem mais cara do que a Alemã. É caso para dizer: "o barato sai caro"...

A Alemanha está por isso e muito bem a assumir o seu legítimo papel de líder, de exemplo a seguir procurando ensinar alguma coisa a todos os seus colegas maus alunos.

Quanto ao Euro, parece que anda aí muita gente preocupadinha com a sua queda...

Cumprimentos,

Dax Speculator

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Resistência nos 1152 no S&P 500

No meu penúltimo post (ver "ESPANHA A SEGUIR?"), chamava atenção para a resistência nos 1109 do S&P 500. Isto porque os 1109 são o retracement de 38.2% de Fibonacci das recentes quedas ( (1219.8 - 1042.17) * 0.382 + 1042.17 ~= 1109).

No entanto, essa resistência já foi vencida e até testada ontem pelo que agora temos de estar atentos aos 1131 e sobretudo aos 1152, respectivamente, os 50% e 61.8% de retracement de Fibonacci.

Concluindo, apesar de os fundamentais das economias terem-se deteriorado nos últimos meses, temos que estar atentos pois os mercados conseguem manter-se irracionais muito mais tempo do que nós nos conseguimos manter solventes. As próximas semanas serão decisivas...

Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Novo Visual

Decidi, com a preciosa ajuda do Blogger, mudar o visual do blog. Espero que gostem e aceito sugestões via comentários e/ou emoções nesta mensagem.

Hoje ficamos a saber que Portugal não conseguiu endividar-se mais (que chatice). Talvez o FMI passe por cá depois de visitar os "nuestros hermanos"...

Dax Speculator

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Espanha a seguir?

Consta-se que o FMI vai estar em Madrid no final desta semana, o que não augura nada de bom. As probabilidades de um incumprimento de "nuestros hermanos" são bem reais (ver também "QUEM TERÁ MAIS DORES DE CABEÇA?") pois, contrariamente a Portugal, para além da elevada dívida pública relativamente ao PIB, têm mais 2 feridas do que nós:
  1. Desemprego oficial nos 20% e real bem acima disso;
  2. Uma gigantesca bolha imobiliária que rebentou em 2008.
Finalmente, o historial espanhol em termos de falências é pior do que o nosso pois já faliram 3 vezes (Portugal faliu 2).

PS: pelo sim pelo não já estou protegido (cuidado com os 1109 no S&P 500).

Cumprimentos,

Dax Speculator

domingo, 13 de junho de 2010

Testemunho de Warren Buffett no FCIC

No passado dia 2 de Junho, Warren Buffett acabou por aceitar o "convite" para testemunhar perante o FCIC (Financial Crisis Inquiry Commission).

Apesar deste testemunho ter sido há já alguns dias, optei por partilhá-lo aqui no blog pois é, na minha opinião, leitura obrigatória para quem quer perceber como funcionavam e, pior ainda, COMO AINDA FUNCIONAM as coisas na indústria das agências de classificação de dívida.

O testemunho, que está dividido em 7 partes, pode ser visto directamente na CNBC. Eis o link para os vídeos:

7 vídeos do testemunho de Warren perante o FCIC

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

terça-feira, 8 de junho de 2010

Uma excelente ideia

Hoje o Económico tem um artigo de última hora excelente. A ideia, da autoria de Eduard Schwartz, resume-se numa frase também da sua autoria:

Em vez de baixar o salário a toda a gente, seria mais eficiente despedir 10% dos piores funcionários públicos e deixar os bons.

Esta é a única forma de o estado "matar 2 coelhos numa cajadada só" pois só assim consegue cortar na despesa e, simultaneamente, aumentar a produtividade. Quem quiser ler o artigo completo pode fazê-lo através deste link.

PS: parece que o short covering foi de pouca dura.

Votos de uma excelente semana,

Dax Speculator

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Provável Short Covering

Pelo comportamento dos preços na 6ª feira é bastante provável a ocorrência de um short covering nos próximos dias. Para além disso, o Nasdaq tem um gap por fechar nos 2170 e picos que poderá ser fechado esta semana (gráfico cortesia do BigCharts):


A tendência continua a ser obviamente e até ver a mesma, ou seja, de descida.

PS: hoje é último dia com direito a dividendo da Cimpor (0.16€ líquidos)...

Votos de uma excelente semana,

Dax Sepculator

terça-feira, 18 de maio de 2010

Licenças de construção caiem 11 por cento

Ficamos há pouco a saber que as licenças de construção nos EUA do mês de Abril caíram mais de 11% relativamente ao mês de Março.

Mas antes de fazer qualquer tipo de interpretação destes dados e para se ter uma ideia do actual nível deste indicador avançado, eis o gráfico das licenças de construção de 1960 a Março de 2010 (o valor de Abril ainda não é visível no gráfico):


Agora a minha interpretação: se por um lado é certo que este indicador não deverá cair para baixo dos 500K, por outro é difícil perceber porque o índice do sector da construção Americana está ao seu mais alto nível dos últimos 33 meses...

Votos de uma boa semana,

Dax Speculator

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Bill Gross a meter a colherada

Bill Gross publicou recentemente mais um excelente "Investment Outlook" no qual ridiculariza os fundos de investimento quantitativos e as agências de "rating". Aconselho qualquer investidor e especulador a ler este raro material, do qual destaco:

"...Eu escrevi sobre este assunto antes - um «Investment Outlook», em Novembro de 2008, falou da necessidade de um QC - Quociente de senso Comum - além de um QI para ter sucesso ao investir. De facto, se um chef alguma vez inventar uma receita de investimento gourmet, ele provavelmente misturaria uma colher de chá de inteligência com uma colher de sopa de senso comum." 

"...os preços são uma combinação delicada do valor numérico e de natureza humana - algo que os estudiosos e profissionais quantitativos, na busca dos mercados «eficientes», rejeitaram sob pena de eventual ruína. E a natureza humana, ao que parece, não pode ser tão facilmente modelada nem inteligentemente adivinhada. Alimenta-se frequentemente de si própria, levando a períodos acentuados de «ganância» e «medo» que tendem a ser rotulado de «bolhas» ou «cisnes negros», respectivamente. É durante estes períodos que uma colher de senso comum é a única receita para o sucesso do investimento."

"...mais recentemente, a sua [das agências de ratings] fé cega na solvência de países soberanos levou a flagrantes excessos na Grécia e nos seus vizinhos do sul. O resultado tem sido impingir uma classificação AAA ao desavisado (e ignorante) público que comprou o serviço de avaliação «Kool-Aid» segundo o qual os preços da habitação nunca poderiam ir para baixo ou que os países nunca iriam à falência. Os seus modelos quantitativos pareciam ter um gigantesco QI de pelo menos 160, mas o seu senso comum estava mais perto dos 60."

"...Mas eu não quero enterrar os serviços de classificação, mas apenas para rejeitá-los. ... No entanto, estes serviços, apesar de necessários ao actual regime de permanente de regulação financeira, são demasiado caros e sujeitos à influência do emitente, o que confunde as mentes e os julgamentos dos seus autores, para dizer o mínimo."

"...Ainda assim, à medida que os futuros emissores de dívida encostam as suas barrigas ao bar com seus selos de aprovação das agências de classificações, é natural que o possível público comprador trate essas identificações com um cepticismo saudável."

Este último "Investment Outlook" pode ser lido na íntegra aqui.

Cumprimentos,

Dax Speculator

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Outra avaria "técnica"

Hoje às 12H00 a Euronext Lisboa "avariou". A última avaria técnica tinha sido em finais de Abril (ver "MAIS UMA AVARIA TECNICA"). Vejam o excelente timing desta "avaria":


É este tipo de vantagens que se obtêm quando se é accionista maioritário da Euronext. É por causa destes favores que os estrangeiros não nos levam muito a sério e, ao na hora de vender, despejam os seus títulos como se não houvesse amanhã! Enquanto que esta cultura de compinchas continuar não contem muito com uma Euronext Lisboa líquida...

Cumprimentos,

Dax Speculator

quarta-feira, 5 de maio de 2010

BPI a caminho dos mínimos

Depois da minha última análise técnica ao BPI em Maio de 2009 (ver "BPI BEARISH") - em que aconselhava alguma prudência - o BPI acabou por subir mais uns 20% o que foi bom para quem vendeu mesmo no topo.

No entanto, desde o topo e em apenas 6 meses, o BPI já desceu mais de 40% e está já perigosamente próximo dos mínimos de Março 2009. O padrão em curso no 3º banco privado nacional é um Head & Shoulders cujo objectivo são exactamente esses mínimos, por volta dos 1.32€ (gráfico cortesia do BigCharts):


Penso que a zona dos 1.3€ poderá servir temporariamente de suporte mas é provável a quebra desses mínimos pelos motivos que venho defendendo há já algum tempo (ver por exemplo "S&P 500 ABAIXO DOS 700?" e "PORQUE AINDA NAO BATEMOS NO FUNDO").

O vosso "dívida não se resolve com mais dívida" especulador,

Dax Speculator

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Os cancros da economia

Numa troca de comentários recente acabei por identificar diversos cancros que estão, por diversos motivos, a destruir a economia real em prol de outros interesses particulares/corporativos.

São estes cancros os seguintes:
  1. Os partidos políticos;
  2. Os bancos centrais;
  3. Os bancos de investimento.
Eis como estes cancros interagem uns com os outros, por exemplo, nos EUA: os partidos políticos cumprem uma agenda criteriosa de interesses particulares ("jobs for the boys") e das corporações que os financiam. Os governos têm como braços direitos os bancos centrais que, no fim dos ciclos económicos (que correspondem normalmente a recessões) e sempre que os governos precisam, imprimem dinheiro à farta pois, caso contrário o seus presidentes (Bernanke & Cia) sabem que não serão reconduzidos. Por sua vez os bancos de investimento conseguem, através dos seus altos contactos políticos, uma vantagem competitiva avassaladora sobre o resto da indústria financeira (os programas de negociação em alta frequência são um claro exemplo disso) e os políticos conseguem financiamentos e tachos chorudos sempre que precisam.

Só que tudo tem o seu tempo e, em 2008, os mercados começaram a duvidar que a economia aguente viver com tantos cancros pelo que das duas uma:
  1. Ou se mata pelo menos um dos cancros;
  2. Ou a economia morre e com ela morrem todos os cancros.
Aquilo que a SEC (Security Exchange Comission) está a tentar fazer com a acção contra o Goldman será matar um dos cancros. Resta saber se o irá conseguir...

Faites vos jeux,

Dax Speculator

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Negação

Depois de ler e ouvir as reacções de políticos (*) e personalidades da vida pública Portuguesa (Basílio Horta, aqui), estamos muito provavelmente ainda na 1ª fase desta crise: a Negação.

A Negação caracteriza-se por uma total incapacidade de reconhecer os problemas tal como aconteceu com o CEO do Bear Sterns que disse em Março de 2008 que a instituição estava apenas com problemas de liquidez e mais recentemente com Papandreou que veio dizer que nunca tinha pedido ajuda aos seus "parceiros" da UE e que não iria precisa dela...

Depois da negação virá a Raiva, caracterizada por greves, manifestações e rupturas até agora impensáveis (zona Euro?). A Grécia já está nesta fase...

(*) - Estou a falar de Passos Coelho que já veio dizer asneiras e, assim, demonstrar total ignorância em matérias económicas (estávamos muito melhores com a Ferreira Leite que, apesar de não ter carisma de líder sabia ao menos o que dizia).

Cumprimentos,,

Dax Speculator

terça-feira, 27 de abril de 2010

Portugal Sucumbe (II)

Depois do 1º episódio (ver "Portugal Sucumbe") no início do passado mês de Janeiro, eis o 2º "round" de despejos na praça Portuguesa.

Dizem os "malvados" especuladores internacionais que a economia nacional há 10 anos que não cresce. Perguntam-se porque os custos subiram tanto e a produtividade estagnou. Eu respondo: porque na Tugalândia não existe uma cultura de mérito, de responsabilidade e brio profissional. E essa cultura não existe porque, tanto no sector público como privado, o que conta são as cunhas, os contactos e os amigalhaços...

Para além dessa cultura, existe outra: a de parecer bem e mostrar muito. Por causa dessa cultura, uma grande parte da população está entalada em créditos dos quais dificilmente sairá. Já agora, para quem ainda não teve mais olhos do que barriga, eis uma regra de Ouro na altura de comprar casa: o montante a pedir ao banco não deve ser superior a 3 vezes o ordenado anual do agregado familiar. Confesso que só soube dessa regra depois de comprar a minha casa mas acabei por cumprir essa regra mesmo desconhecendo-a. Exemplificando, se um casal ganha 35 mil Euros por ano, não deve pedir um crédito à habitação superior a 3*35 = 105 mil Euros. Outro exemplo: se for solteiro(a), divorciado(a), separado(a) ou viúvo(a) e ganhar 25 mil Euros por ano, não deve pedir um crédito à habitação superior a 3*25 = 75 mil Euros. Esta regra funciona sempre pois não depende das taxas de juro...

Eis o aspecto do início do 2º "round", respectivamente, nos mercados de obrigações e acções (cortesia da Bloomberg):




Finalmente, uma palavrinha para a CIP. É completamente absurdo começar a cortar nos direitos de quem trabalhou e, por isso, tem direito a receber subsídio de desemprego. Seria muito mais útil começar por cortar nos direitos de quem pouco trabalhou e recebe Rendimento Mínimo Garantido...

Cumprimentos,

Dax Speculator

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Outro vídeo de Marc Faber a não perder

Marc Faber diz neste vídeo que a FED e o Tesouro Americanos não resolveram nada e que apenas adiaram temporariamente o inevitável: a limpeza dos balanços de empresas e pessoas, transferindo essa responsabilidade para o estado. No fundo, deram mais um pontapé para a frente (ver "Porque ainda não batemos no fundo"). Eis o vídeo:



Um Bom fim-de-semana,

Dax Speculator

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Não podemos desvalorizar?

Ultimamente tenho lido muitos economistas Anglo-Saxónicos a afirmarem que nós Club Med (Portugal, Itália, Grécia e Espanha) não podemos desvalorizar a nossa moeda, o Euro.

A esses economistas, só tenho 2 coisas a dizer:
  1. Yes we can;
  2. Watch me:

Nós Club Med não temos o poder de desvalorizar directamente a nossa moeda mas conseguimos facilmente minar a confiança (é a nossa especialidade) na nossa moeda e, assim, indirectamente desvalorizar o nosso Euro.

Dax Speculator

segunda-feira, 19 de abril de 2010

O momento da verdade (II)

Na sequência da minha penúltima mensagem (ver "O MOMENTO DA VERDADE") em que chamava atenção para o facto de estarmos em níveis críticos - 1176 no S&P 500 - que iriam certamente determinar se este rally é apenas mais uma réplica das sucessivas bolhas do dinheiro fácil e/ou barato ou se seria o início de um verdadeiro bull market:

"...mas, mais importante ainda, teríamos de deixar de pensar neste rally apenas como uma reacção técnica mas como algo de muito mais importante para o longo prazo..."

Entretanto, a resposta foi dada pelo mercado na passada 6ª feira depois do S&P fazer uma vela muito bearish e revelar que a quebra em alta dos 1776 deverá ter sido falsa (gráficos da cortesia do Futuresource):


Hoje foi a vez dos Chineses despejarem os seus títulos a torto e a direito, levando o principal índice Chinês a tombar quase 5%:


Votos de uma boa semana,

Dax Speculator