quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Portugal Sucumbe

Pois é, alguns meses depois dos avisos (ver "Pontapé para frente para 113% do PIB" E "Quem terá mais dores de cabeça?"), eis chegado o momento das escolhas difíceis, aquelas escolhas que irão de facto resolver o problema. O PSI-20 cai nesta altura mais do que 5% e "a procissão ainda vai no adro"...

Até agora pouco ou nada foi feito para reduzir o monstro (como lhe chamou uma vez Cavaco Silva) porque:
  1. Não havia muita pressão externa;
  2. Não existia motivação política;
  3. Há um grande analfabetismo económico na política.
E em que consistem essas escolhas difíceis: consistem muito e simplesmente em reduzir a despesa pública a fim de reduzir progressivamente o endividamento público! Não há outra solução. Ponto final!

O que tem sido feito até agora é dar pontapés para a frente, adiando e até agravando o problema. Só que agora, o mercado da dívida está a forçar estes senhores a mexerem-se (gráfico cortesia da Bloomberg):



Felizmente para nós Portugueses e pelo que tenho lido e ouvido, o Dr. Teixeira dos Santos já estará a delinear uma dessas escolhas difíceis porque se estivéssemos à espera de alguma dessas soluções da parte do sr. José Sócrates, estávamos mesmo feitos ao bife...

Votos de um bom fim-de-semana,

Dax Speculator