segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Subida do IVA pode não aumentar receita

A eficácia de aumentar o IVA de 17% para 21% é muito, mas muito duvidosa. Senão, veja-se a cobrança efectiva do estado Português de 2000 a 2010, em milhões de Euros:


Agora compare-se com o IVA cobrado em 2000, com taxa de 17%, actualizado à taxa da inflação até 2010:


Ou seja, se o estado tivesse mantido o IVA a 17%, teria provavelmente o mesmo resultado. Isto acontece porque, quanto mais alto for a taxa de IVA, menor será o consumo privado pois os consumidores tendem a retraírem-se mais nas compras e as empresas preferem importar (sem IVA). A excepção seria talvez em 2008 e 2009, altura da Grande Recessão...

Dax Speculator