quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Espanha e as suas "cajas" (II)

Li hoje um economista Espanhol a afirmar que só as empresas imobiliárias e construtoras devem 450 mil milhões de Euros à banca de "nuestros hermanos".

As "cajas" terão aproximadamente 50% de quota no mercado doméstico e a qualidade dos seus empréstimos é significativamente pior do que a dos bancos comerciais (Santander, BBVA, Popular, etc...). Por isso e tendo em conta apenas estes 2 factores, as "cajas" terão uma carteira de crédito na ordem dos 225 mil milhões de Euros, isso só no que diz respeito a empresas imobiliárias e de construção civil! Pelo que o crédito mal parado nestas pequenas instituições andará na ordem dos 100 a 150 mil milhões de Euros...

Ora este número deveria fazer corar a ministra das finanças Elena Salgado que afirmou recentemente que bastaria uns meros 20 mil milhões de Euros para resolver o problemas das "suas" caixas...

PS: ver também "Espanha e as suas cajas".

Olé toro,

Dax Speculator