quinta-feira, 23 de abril de 2009

BROADENING WEDGE NA SEMAPA

A Semapa Sociedade de Investimento e Gestão SGPS, SA é uma holding sediada em Portugal envolvida em dois sectores industriais: a indústria do cimento e da indústria de papel e celulose. Através do grupo Secil (segmento do cimento), opera três fábricas de cimento em Portugal e uma na Tunísia. A Secil fabrica e comercializa cimento cinzento e branco. A companhia também opera um serviço ao cliente e uma unidade de distribuição de cimento para o mercado Português. O grupo Portucel Soporcel (segmento da indústria de papel e celulose), detido maioritariamente pela Semapa, já foi analisado em "CUNHA DESCENDENTE NA PORTUCEL".

Os fundamentais da empresa são, à semelhança da Portucel, medianos e existem também lacunas do lado da divulgação de informação financeira por parte da empresa: até ao momento, não consegui saber qual a política de dividendos da empresa (pelo menos não constam dos dados da Reuters), o que não é muito apelativo. Para além disso e para não variar pois esta é uma empresa Portuguesa com certeza, a dívida de longo prazo é excessiva (uma vezes e meia o seu capital próprio). Do lado positivo, destaque para o generoso Retorno Sobre o Capital Próprio dos últimos 5 anos de 27%.

Em termos técnicos, no gráfico semanal (cortesia da Boursorama), a empresa reagiu mal ao topo do canal descendente e começou a corrigir:



No gráfico diário temos a possibilidade de termos uma Ascending Broadening Wedge, que é uma cunha ascendente que vai alargando com o tempo. Esta cunha na Semapa necessita de confirmação com mais 2 toques em cada uma das suas linhas ascendentes:



Neste padrão, é aconselhado agir da seguinte forma:

  1. Comprar no 3º toque na linha ascendente inferior (a menos inclinada);
  2. Nunca vender ou entrar curto no 3º toque da linha ascendente superior (a mais inclinada).

Bons investimentos,

Dax Speculator