sexta-feira, 8 de maio de 2009

LIcenças de construção

No meu último artigo (ver "COMPRAR OU VENDER?") referi 2 indicadores macro-económicos - os Non Defense Durable Orders e o Clima de Negócios IFO.

Apesar de não o ter referido na altura, estes 2 indicadores são indicadores líderes, ou seja, este tipo de indicadores dão fortes indicações sobre o rumo da economia mundial (dá-me vontade de rir quando leio economistas a tentarem prever esse rumo com base em indicadores atrasados, como o desemprego).

Mas há mais indicadores líderes e um deles é o Permits que é nada mais na menos do que o total de licenças de construção emitidas nos EUA durante o mês. Este indicador é líder porque indica quantas casas serão iniciadas (Housing Starts) nos meses seguintes, ou seja, como estará o sector da construção nos meses seguintes. Eis então o gráfico dos Permits desde 1960, ajustado da sazonalidade (*):



É bem visível a gravidade desta crise - a mais grave desde 1929 (ver "PIOR CRISE DESDE 1929?") - pois o número de licenças de construção desceu para mínimos históricos, ou seja, desde que existem dados: 1960. Parece-me por isso um pouco cedo afirmar-se que o pior já terá passado no sector da construção e do imobiliário Americano só porque os dados de Fevereiro 2009 foram melhores do que os de Janeiro 2009. Mas observemos os dados mais recentes (desde Abril 2005):



Concluindo, estamos perante uma correcção em 1-2-3-4-5 que, por sua vez, faz parte de um movimento de correcção maior em A-B-C. Estas 5 ondas 1-2-3-4-5 forma a onda A desse movimento e a próxima onda (B) será de alívio (subida), podendo durar uns 3/4 anos.

Finalmente, os próximos dados (divulgados dia 19 de Maio) serão críticos para sabermos se estamos a inverter a tendência de queda ou não: um valor superior ao de Fevereiro (564) não dará certezas mas será certamente muito positivo. Um valor inferior a 564 será neutral, excepto se for abaixo dos 500, a barreira psicológica...

(*) - O ajuste da sazonalidade retira volatilidade aos dados mensais, filtrando aquelas épocas do ano historicamente mais voláteis.

Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator