sexta-feira, 29 de maio de 2009

Vinho cura o alcoolismo?

Hoje queria partilhar parte da entrevista que Jeremy Grantham cedeu ao site SmartMoney, da qual destaco estes 2 parágrafos acutilantes:


"The stimulus is so great in the United States, China and the United Kingdom, it will kick the economy up. GDP will go back positive for two to three quarters. They’ll assume everything is settled, that throwing money at it has worked. But the long-term imbalance between overproducers [like China] and overspenders [like the US] will continue. It’ll be a multiyear drag on growth.

If the problem is that we consume too much and borrow too much, does it make sense to borrow more and spend more? It doesn’t make sense to solve alcoholism by giving an alcoholic a quart of whiskey, but everyone believes that we must stimulate. So that’s why we feel this is a temporary cure. This is like when you revive the drunk, he staggers down a few blocks, then falls down again.
Ou seja, Grantham diz aos entrevistadores que o estímulo nos Estados Unidos, na China e na Grã Bretanha é tão grande que acabará por reanimar a economia mas apenas temporariamente, uns 2 ou 3 trimestres. Isto porque os já velhos desiquilíbrios entre sobre super consumidores (como os EUA) e os super produtores (como a China) continuarão e serão um travão no crescimento económico por mais alguns anos.
Grantham pergunta também, sabendo que o problema é consumirmos demais e pedirmos demasiado dinheiro emprestado, se faz sentido consumirmos mais e contrairmos ainda mais empréstimos? Da mesma maneira que não se resolve o alcoolismo com whisky, não se resolverá certamente esta crise com mais do mesmo e é por isso que Jeremy Grantham acredita que esta cura para a economia será apenas temporária...
Atentamente,
Dax Speculator