quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Emprego

Nos últimos meses tenho lido e ouvido diversas notícias sobre uma melhoria da taxa de desemprego em Portugal.

Mas vamos a factos:

1. Segundo o IEFP (Instituto Emprego e Formação Profissional), no passado mês de Janeiro estavam registados 705 mil desempregados;
2. Ainda segundo o IEFP, no mesmo mês de Janeiro estavam registados 144 mil "ocupados em programas no quadro das medidas activas" e 21 mil "indisponíveis temporariamente";
3. Segundo o INE (Instituto Nacional de Estatística), no mesmo mês de Janeiro a população activa era de 5389.4 mil.

Visto que pessoas "ocupadas em programas no quadro das medidas activas" e "indisponíveis temporariamente" são efectivamente pessoas desempregadas, a taxa de desemprego é de 16.14% (705 mil + 144 mil + 21 mil) / 5389 mil. O INE fala em 15.3% pois baseia-se em projecções...

Mas há mais factos. Ainda segundo o INE, a população activa em Portugal tem diminuido drasticamente: de 5581 mil em junho de 2011, a população activa passou para 5389 mil em Janeiro de 2014. Isto representa uma queda de 3.4% em pouco mais de 2 ano e meio. 

Se é certo que uma taxa de desemprego de 16.14% representa uma ligeira melhoria relativamente aos quase 18% atingidos no ano passado, parece-me prematuro qualquer tipo de festejos pois um país com uma população activa a descer não augura nada de bom...

Ver também:

Informação Mensal Janeiro 2014

Atentamente,

DS