sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Bill Gross: os mercados podem sofrer...

Bill Gross, director da firma global de investimentos PIMCO (Pacific Investment Management COmpany), diz no seu último boletim informativo que os mercados podem sofrer da ausência dos quase 2 triliões de dólares governamentais de 2009. De todo o artigo, destaco os seguintes parágrafos:

"Se 2008 foi o ano da crise financeira e 2009 o ano de cura através de pacotes de estímulo monetário e fiscal, em seguida, parece provável que 2010 seja o ano das estratégias de "saída", durante o qual os investidores devem considerar os fundamentais das economias e dos mercados de activos que em breve descontarão um mundo menos dominado pelo sector público. Se, em 2009, a PIMCO recomendou dar um aperto de mãos a todos os governos, agora ponderamos "a que governo" e advertimos que o dia das emissões de cheques sem preocupações levando à emissão de mais dívida, sem consequências no que diz respeito aos limites e às taxa de juro podem ter os dias contados para a maior parte destes países."

"Além disso, se as estratégias de saída decorrerem conforme planeado, os mercados de activos Americanos e do Reino Unido podem sofrer da ausência dos perto de 2 triliões de dólares em cheques do governo, passados em 2009. Parece não ser coincidência que as acções, títulos de dívida de alto rendimento e outros activos de risco têm prosperado desde o início de Março assim como esse "sumo" estava a ser espremido para dentro dos mercados financeiros."

Quem quiser ler o boletim na íntegra (em Inglês), basta aceder aqui...

Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator