sexta-feira, 10 de julho de 2009

REN

A REN - Redes energéticas Nacionais SGPS, SA (REN) é uma holding do sector da energia sediada em Portugal e que opera principalmente em Portugal e Espanha. A companhia oferece serviços de transmissão de alta tensão eléctrica, transporte de gás natural em alta pressão e armazenamento subterrâneo de gás natural.

No sector da electricidade, a empresa tem filiais tais como a RENTELECOM - Comunicações SA, que presta serviços de telecomunicações, REN Trading SA, que está envolvida na compra, venda, importação e exportação de electricidade e gás natural e a REN - Rede Eléctrica Nacional SA, que opera na distribuição de energia eléctrica.

No sector do gás, a companhia exerce a sua actividade através da REN Gasodutos SA, REN Armazenagem SA e REN Atlântico, Terminal de GNL SA.

No aspecto fundamental, a REN é medíocre pois conseguiu a proeza de, nos últimos 5 anos, reduzir o seu EPS (Earnings Per Share, ou seja, Ganho Por Acção) de 0.3€ em 2004 para 0.24€ em 2008. Para que a crise não sirva de desculpa, mesmo em 2007, no pico da actividade económica apenas conseguiu 0.27€. Isto tudo com a preciosa ajuda de uma inflação média de 2.5% ao ano é obra porque, se esta for incorporada nos cálculos, o decréscimo real do EPS será bastante superior...

Para não variar em empresas "tugas", destaco também pela negativa a sua elevada dívida de longo prazo relativamente ao capital próprio: deve a longo prazo sensivelmente 1.71 vezes o seu capital próprio.

Os destaques positivos vão para o seu elevado Payout Ratio (o rácio que mede a percentagem dos resultados distribuídos em forma de dividendo) de 65% e a sua elevada margem líquida de aproximadamente 26%.

Tecnicamente, não há muito a dizer a não ser que a REN está limitada por um canal descendente desde finais de 2007 e que, depois de falhar a quebra em alta do dito cujo, poderá ir novamente visitar a sua base actualmente nos 2.35€ (gráfico da cortesia da BigCharts):




Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator