terça-feira, 31 de março de 2009

INFLAÇAO OU DEFLAÇAO?

Ultimamente tenho lido consagrados economistas a preverem, para os próximos anos, uma vaga deflacionista enquanto que outros defendem o ressurgimento em força da inflação que tivemos até ao eclodir da actual crise. Em que ficamos então?

Na minha opinião, voltaremos a ter inflação e não deflação. E porquê? Porque os defensores da tese deflacionista baseiam-se principalmente em factos passados para a defenderem. Eis então os 3 factores mais importantes que deverão voltar a inflacionar a economia global a médio prazo:
  1. Os planos de relançamento da economia do actual governo Americano são inflacionistas pois, se forem bem sucedidos, aumentarão significativamente a procura por bens e serviços;
  2. A FED e o BOE já ligaram as suas máquinas de imprimir dinheiro e estas são, no médio e longo prazo, inflacionistas;
  3. Até agora não foram tomadas medidas proteccionistas com impacto suficientemente negativo para o comércio global se ressentir significativamente ao ponto de gerar deflação (este tem-se contraído muito por causa da actual recessão).

Uma boa semana,

Dax Speculator