sexta-feira, 30 de março de 2012

Aqui ao lado

Um estudo recente do Citibank - da autoria de Willem Buiter - relembra-nos qual a maior fraqueza da economia Espanhola: o seu mercado imobiliário que, à semelhança dos mercados imobiliários Americanos e Irlandeses, também entrou em modo de bolha na era do dinheiro fácil, no início da década passada.

No entanto e contrariamente a estes, o mercado imobiliário de "nuestros hermanos" tem corrigido de uma forma muito mais lenta. Será provavelmente uma agonia para os investidores/especuladores imobiliários e os bancos assistirem à derrocada lenta deste mercado e à sua transformação em "zombie".

Na opinião do autor do estudo (e na ninha também), a bolha será completamente corrigida pelo que correcção ainda "vai no adro". O autor aponta para uma correcção de 60% no gráfico do IMIE, o índice criado pela Tinsa, o que não augura nada de bom para os bancos Espanhois:


Cumprimentos,

DS