sexta-feira, 15 de junho de 2012

Um "pequeno" erro de meio trilião

A reserva federal Americana divulgou ontem o relatório "flow of funds" que, nos últimos 2 anos, teria supostamente reflectido um contínuo aumento da liquidez nos balanços das empresas Americanas.

No entanto, no relatório divulgado ontem, a liquidez das empresas não-financeiras foi revista em baixa - segurem-se! - de 2.23 em Março para 1.72 triliões de dólares, uma pequena diferença de meio trilião. Para ser mais preciso - e porque isto dos triliões não é para nós - o erro de foi de 496.5 milhões de milhões de dólares!! É por estas e por outras que dados macro-económicos oficiais - American ou Europeus - não entram nos cálculos do meu indicador macro-económico avançado.

Mas um dos indicadores que faz parte desse indicador/modelo é o Indice de Confiança dos Consumidores da Universidade de Michigan cujo valor preliminiar saiu há pouco e fixou-se nos 74.1, bem abaixo dos 79.3 de Maio (gráfico cortesia da Bloomberg): 



Votos de um bom fim-de-semana,

DS