quarta-feira, 1 de julho de 2015

O socialismo visto por um muído de 14 anos


Quando até um muído de 14, Shrey, percebe as consequências do socialismo torna-se díficil perceber porque há tantos adultos a suportar esta ideologia. Eis o que
Shrey tem a dizer sobre o socialismo:

"O socialismo é uma das maiores ideologias económicas do século 20. Embora a eleição geral no Reino Unido tenha sido ganha pelos capitalistas, o socialismo tem mais defensores do que nunca, pois um
contingente cada vez numeroso está a propor uma redistribuição da riqueza. Basta olhar para as 250 mil pessoas que protestaram no sábado contra os cortes dos conservadores; só para eles para anunciarem pouco tempo depois cortes de benefícios de 12.000 milhões £. Depois disto, é fácil ver que o socialismo está a tornar-se cada vez mais popular na sociedade moderna, assimo como mais e mais pessoas estão a ter consciencia da desigualdade que existe entre os 1% de super-ricos e o resto. No entanto, eu sou da opinião de que o socialismo não pode funcionar na sociedade moderna, ou qualquer sociedade. 

Eis porquê: 

Em primeiro lugar, o socialismo não recompensa o trabalho duro. Digamos, por exemplo, que Raj trabalha duas vezes mais do que o Mark. Certamente Raj deve ter direito a duas vezes o salário que recebe Mark. No entanto, num regime socialista, eles vão ambos ganhar o mesmo. Ao longo do tempo, Raj vai perceber a injustiça e vai acabar por trabalhar o mesmo do que Mark pois, afinal de contas, eles não recebem recompensas proporcionais ao seu trabalho. Isso cria uma cultura de direito, onde todos sentem que precisam de recompensas para o mínimo ou nenhum trabalho. Isso prejudica o princípio humano básico de "trabalhar duro, colher recompensas" e significa que a preguiça é promovida, o que só pode iniciar uma reação em cadeia para uma sociedade progressivamente mais irresponsável. Isto significa que mesmo as crianças pequenas, sabem que independentemente de tudo o que fizerem, só vão ganhar o mesmo que alguém e por isso não precisam de trabalhar duro, porque não há nenhuma esperança de uma grande recompensa, por isso a ética do trabalho estagna. 


Além disso, o socialismo também prejudica a inovação. Os grandes inovadores da sociedade, tais como Bill Gates, são os que se tornam membros do clube dos 1%. Isso mostra que a inovação e a produção de produtos que as pessoas realmente querem comprar origina recompensas financeiras gigantescas, que é parte da razão porque a inovação está em alta nos dias de hoje. Se a inovação não é tão fortemente recompensada através da "redistribuição da riqueza" socialista, as pessoas não vão querer inovar mais pois vão acabar por receber as mesmas recompensas do que os que não inovam, as pessoas que, francamente, não acrescentam nada à sociedade. Isso mata a inovação pois as recompensas são distribuidas igualmente por todos, com efeito, recompensando os não-produtores e punindo os produtores. Como eu li em outro site, é como se considerassemos a média de uma turma e avaliassemos todos com essa média. Claro que os piores alunos da turma saltariam de alegria perante esta proposta. No entanto os melhores alunos não estariam tão alegres. Este é exatamente o que o socialismo significa, exceto em uma escala maior. 


Finalmente, o socialismo, ao contrário da crença popular, mina valores morais básicos e promove a gratificação instantânea. Como as pessoas, depois de alguns anos numa sociedade socialista, estarão predispostas a obter algo por nada instantaneamente, elas não vão querer trabalhar duramente para conseguir o que querem e, em vez disso, vão se tornar quase como crianças pequenas na medida em que vão querem tudo muito rapidamente, tendo feito quase nenhum trabalho para isso. Agora vejam o exemplo da criança pequena e pensem porque mesmo os adultos estão a subscrever essa ideologia! Esse comportamento é tóxico numa sociedade moderna e vai matar lentamente o trabalho duro, natureza positiva que caracterizou o sonho Americano. Até um certo ponto, já estamos a ver isso com a administração Obama, com o público Americano lentamente a tornarem-se descontentes tais como a personagem Holden Caulfield em "O Apanhador no Campo de Centeio". Por deveriam trabalhar se podem obter tudo do Estado? Aqui reside o problema com o socialismo, em que os ovos maus são recompensados e os bons ovos são punidos. É este o tipo de sociedade que gostaria de promover? Eu acho que não."

Ver também:

Shreys Finance Blog