sexta-feira, 29 de abril de 2011

Analise ao PIB Americano

Ontem foi conhecida a 1ª estimativa do PIB Americano relativo ao 1º trimestre de 2011. A economia dos EUA cresceu 1.8% ao ano. Comparando com o trimestre homólogo anterior os dados foram mais fracos pois, no 1º trimestre de 2010, o PIB tinha sido de 3.7%.

Analisando detalhadamente, podemos observar que o consumo privado particular e as exportações melhoram mas não foram suficientes para compensar o decréscimo no investimento privado e o consumo governamental:

1- O consumo privado particular saiu reforçado aumentando 1.91 vs 1.33 pontos percentuais (p.p.). Os ganhos no sector dos serviços compensaram as perdas no sector dos produtos;
2- As exportações líquidas (exportações - importações) desceram 0.08 p.p. mas melhoraram em 0.23 p.p. relativamente ao trimestre homólogo. Esta melhoria foi basicamente à custa de menos importações;
3- O investimento privado saiu bastante mais fraco do que no 1º trimestre de 2010 (1.01 vs 3.04 p.p). Os principais responsáveis por este mau desempenho foram o investimento fixo não residencial e as existências não agrícolas em armazém;
4- O consumo governamental, principalmente ao nível central, diminui significativamente (-0.68 vs 0.15 p.p.).

A confirmarem-se estes dados poderemos estar perante um arrefecimento da maior economia do mundo, o que certamente não irá agradar a muita gente mas é resultado de sucessivas políticas erradas, quer por parte dos governos, quer por parte dos bancos centrais.

Conclusão, quando perante os gravíssimos problemas que a economia global enfrenta, a única coisa que fazemos é dar um chuto para a frente, não se pode esperar grandes resultados. Ou melhor, poder pode-se mas as desilusões são quase certas...

Um bom fim-de-semana,

Dax Speculator