sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Dívida pública dos EUA aumenta 19%!

Segundo os dados publicados pelo departamento do tesouro dos EUA (http://www.treas.gov), a dívida pública total (incluindo bailouts, créditos a estudantes e fora de balancete, não incluídos no 1º gráfico abaixo) aumentou 19%, de 17.422 para 20.713 mil milhões de dólares!

E tudo isto para quê? Para conseguir que o PIB aumente uns 3%!? Apesar dos diversos estudos de conceituados economistas (ver, por exemplo, Reinhart e Rogoff), cujas conclusões apontam justamente para a elevada ineficiência da dívida pública como multiplicador do PIB, a classe política ignora essas conclusões e dá mais um pontapé para a frente...

Assim sendo, se extrapolarmos as taxas de juro implícitas de 2006 com estes dados mais recentes (Janeiro 2011) sobre a dívida REAL, ou seja, calcularmos o custo dos juros da dívida actual à taxa de de juro de 2006, os EUA terão de pagar 913 mil milhões de dólares/ano:





E para quem pensa que a taxa de juro de 2006 não voltará a ser realidade tão cedo, aconselho vivamente a leitura do último "Investment Outlook" de Bill Gross:

A este ritmo, os EUA aproximam-se também (ver Japão) e a alta velocidade de uma parede em betão armado. Irão os políticos carregar no travão a tempo? Sinceramente não me parece. Obama parece ser boa gente mas, como percebe pouco de economia, terá de ter um braço direito que saiba que este caminho é desastroso e seja suficientemente forte e corajoso para ir contra os lobbies instalados e conseguir convencer o presidente nesse sentido...

Um óptimo fim-de-semana,

Dax Speculator

--
Enviada a partir do meu dispositivo móvel