terça-feira, 23 de dezembro de 2008

PER

Visto que estarei ausente do país entre o Natal e a passagem do ano, esta será a minha última mensagem de 2008. Quero por isso que tenha conteúdo, que seja reveladora de uma forma diferente de estar investido nos mercados de capitais. Diferente daquela que se vê cada vez mais por aí e que procura o lucro fácil, se possível para ontem e que leva a atitudes como a de Bernie Madoff (ver "MADOFF").

Conforme prometido na semana passada, vou descrever o mui conhecido e badalado PER (Price Earnings Ratio), que se obtém dividindo o preço de determinado título pelo seu último EPS anual (Earnings Per Share/Ganho Por Acção). Vou também explicar porque, nalguns casos, o PER vale muito pouco na hora de fazer uma avaliação rigorosa sobre o preço justo de uma acção.

A título de exemplo, vamos considerar o EPS diluído (*) da Google em 2007: 13.29 USD. Com este EPS, o PER da Google seria aproximadamente 23 (300/13.29). No entanto, o EPS de 2007 é passado e o que deve realmente interessar ao investidor é o futuro. Como já estamos no final de 2008, é relativamente fácil prever o EPS de 2008: nos primeiros 9 meses deste ano, a Google conseguiu um acumulado de 12.1 USD e tudo indica que conseguirá em 2008 um EPS entre os 15 e 17 USD. Logo, o seu PER para 2008 andará perto dos 19 (300/16). Mas, mais uma vez, 2008 é passado. O que realmente interessaria saber seria o EPS para 2009 mas isso implicaria saber o EPS para o próximo ano. Concluíndo, o PER de pouco serve ao investidor porque é uma medida do passado e não do futuro...

(*) - O EPS diluído (diluted em Inglês) reflecte a variação do n.º total de acções de determinada empresa nos EPS dos anos anteriores e está normalmente logo abaixo do EPS básico nos relatórios anuais das empresas.

Votos de um Bom Natal e um Excelente 2009,

Dax Speculator